RÁDIO AO VIVO
Programa
PROGRAMAÇÃO MUSICAL
Ouça tambem:

Sete filmes brasileiros disputam o principal prêmio do Cinema Fantástico

Compartilhar: FACEBOOK TWITTER WHATSAPP
Foto: Divulgação - "Morto não fala"

Com transmissão mundial marcada para o dia 30 de maio, às 21h (horário de Brasília), a grande premiação do Cinema Fantástico, o Grande Prêmio FANTLATAM, irá consagrar as melhores obras do cinema de gênero da América Latina. O Brasil disputa com oito países – Chile, Colômbia, México, Panamá, Perú, Uruguai, Venezuela e Argentina. O evento terá transmissão ao vivo pela plataforma #CulturaEmCasa.

29 filmes concorrem ao troféu em 2021, sendo 14 longas e 15 curtas. Disputam filmes vencedores de 22 festivais que compõem a Aliança Latino Americana de Festivais de Cinema Fantástico (FANTLATAM). O melhor longa e curta-metragem das Américas receberão o troféu FANTLATAM. Também há premiações para melhor roteiro, direção, ator e atriz.

O Brasil concorre como melhor filme com três longas-metragens: "Morto Não Fala" (foto), de Dennison Ramalho; "O Cemitério das Almas Perdidas", de Rodrigo Aragão; e "Cabrito", de Luciano de Azevedo; e com quatro curtas: "Para Minha Gata Mieze", de Wesley Gondim; "5 Estrelas", de Fernando Sanches; "Noite Macabra", de Felipe Lesbick; e "Who's That Man Inside My House", de Lucas Reis.

Produções nacionais também podem ser premiadas com o melhor roteiro, com Rodrigo Aragão no longa "O Cemitério das Almas Perdidas". Por fim, concorrem ao título de melhor ator Daniel de Oliveira ("Morto Não Fala"), Renato Chocair ("O Cemitério das Almas Perdidas") e Samir Hauji ("Cabrito").

Deixe seu comentário


+ ENTRETENIMENTO








+ Brasil