RÁDIO AO VIVO
Programa
RESUMO DO DIA NOTÍCIA E MÚSICA
Ouça tambem:

OMS muda nome das cepas do coronavírus para facilitar compreensão e evitar xenofobia

Compartilhar: FACEBOOK TWITTER WHATSAPP
Foto: Reprodução

A Organização Mundial da Saúde anunciou mudanças nas nomenclaturas das cepas do coronavírus.

As variantes já identificadas passaram a ser nomeadas com ajuda de letras gregas.

Duas razões motivaram a mudança: dar nomes fáceis de lembrar e pronunciar às variantes e também evitar a xenofobia ao redor do mundo, já que, até então, as diferentes cepas acabavam conhecidas por seus países de origem – como cepa brasileira e indiana, por exemplo.

Os nomes científicos e mais complexos, continuam a existir, já que são importantes para os especialistas, mas a OMS já passou a adotar a nomenclatura que usa letras gregas em suas comunicações diárias para o público gerai.

A variante B.1.1.7, por exemplo, identificada pela primeira vez no Reino Unido, que ficou popularmente conhecida como variante britânica, agora é chamada pela OMS de Alpha; B.1.351, identificada pela primeira vez na África do Sul, tornou-se Beta, e a variante P.1, detectada no Brasil, agora chama Gamma.

Já a letra Delta agora é usada para nomear a variante identificada pela primeira vez na Índia.

Agência Radio 2

Deixe seu comentário


+ SAÚDE








+ Brasil