RÁDIO AO VIVO
Programa
PROGRAMAÇÃO MUSICAL COM NOTÍCIAS
Ouça tambem:

Mais 7 estados recebem autorização da Anvisa para importação excepcional da Sputnik V

Compartilhar: FACEBOOK TWITTER WHATSAPP
Foto: Reprodução Agência Brasil

Mais estados brasileiros são autorizados a comprar a Sputnik V, vacina russa contra o novo coronavírus.  

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa, que já tinha concedido a impotação excepcional de 928 mil doses pelos estados da Bahia, Maranhão, Sergipe, Ceará, Pernambuco e Piauí, deu, nesta quarta-feira, permissão para que mais 7 estados realizem a compra de outras 592 mil doses do imunizante, no total. São eles: Rio Grande do Norte, Mato Grosso, Rondônia, Pará, Amapá, Paraíba e Goiás. 

Ao todo, portanto, 13 das 27 unidades da federação ficam autorizadas a importar a Sputnik V. 

Mas lembrando que há restrições impostas pela Anvisa.  

Entre elas, a de uso do imunizante apenas em adultos saudáveis.  

Todos os lotes importados só poderão ser usados após liberação pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde da Fiocruz e as doses deverão ser utilizada em condições controladas, com condução de estudo de efetividade.  

Além disso, a Anvisa poderá, a qualquer momento, suspender a importação, distribuição e uso do imunizante em questão.  

Quem for receber a dose terá de ser informado que a vacina não tem avaliação da Anvisa quanto à qualidade, eficácia e segurança.  

A Anvisa também fez restrições com relação à aplicação em grupos específicos da população. A dose não pode ser aplicada, por exemplo, em grávidas, lactantes, menores de 18 anos ou maiores de 60 anos, mulheres em idade fértil que desejem engravidar nos próximos 12 meses e pessoas vivendo com HIV, hepatite B ou C. 

Agência Radio 2

Deixe seu comentário


+ SAÚDE








+ Brasil