RÁDIO AO VIVO
Programa
PROGRAMAÇÃO MUSICAL
Ouça tambem:

Estudo associa uso do agrotóxico mais popular do Brasil a mortes infantis

Compartilhar: FACEBOOK TWITTER WHATSAPP
Foto: Reprodução

Um estudo realizado pela Universidade de Princeton, nos Estados Unidos, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas e o Insper, revelou que o agrotóxico mais usados do Brasil está associado ao aumento de mortes infantis.

Os pesquisadores afirmam que o uso de glifosato nas lavouras de soja do País fez aumentar em 5% a mortalidade infantil em municípios do Sul e Centro-Oeste, abastecidas com água que vem de regiões sojicultoras.

Esse percentual representa um total de 503 crianças mortas a mais por ano por complicações  associadas ao uso do produto.

O glifosato representa 62% de todos os herbicidas usados no país.

Só em 2016, o total de suas vendas foi maior do que a soma dos sete pesticidas mais comercializados em território nacional.

Associação Brasileira dos Produtos de Soja, a Aprosoja, refutou o estudo.

Segundo a entidade, as conclusões da pesquisa não se sustentam e não condizem com a realidade da agricultura brasileira.

Já CropLife, associação que reúne diferentes segmentos que trabalham com pesquisa, desenvolvimento e inovação em áreas como biotecnologia, defensivos químicos e produtos biológicos, disse que as autoridades regulatórias de várias partes do mundo já atestaram que o herbicida não representa risco para os humanos.  

Agência Radio 2

Deixe seu comentário


+ SAÚDE








+ Brasil