RÁDIO AO VIVO
Programa
PROGRAMAÇÃO MUSICAL
Ouça tambem:

Baixo nível dos reservatórios faz custo da energia subir em junho

Compartilhar: FACEBOOK TWITTER WHATSAPP
Foto: Reprodução Agência Brasil

Bandeira vermelha 2 para a conta de luz será adotada em junho.

Em nota, a Agência Nacional de Energia Elétrica, a Aneel, informa que em maio foram registradas condições hidrológicas desfavoráveis nas bacias hidrográficas do Sistema Interligado Nacional.

A falta de chuvas faz com que junho comece com os principais reservatórios em níveis mais baixos que o ideal, para esta época do ano.

Na sexta-feira passada, o Sistema Nacional de Meteorologia emitiu um alerta conjunto de emergência hídrica, para a área da Bacia do Paraná.

Ela abrange os estados de Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Paraná.

Uma das consequências é a redução na geração de energia de hidrelétricas, o que faz com que seja preciso aumentar a geração por termelétricas, que é mais cara.

Com a bandeira vermelha 2, a tarifa deverá sofrer acréscimo de zero vírgula 06243 para cada quilowatt-hora consumido e a conta de luz virá mais cara.

As bandeiras tarifárias indicam se haverá ou não aumento no valor da energia repassada ao consumidor final.

Quando as condições de geração estão favoráveis é adotada a cor verde, e a amarela sinaliza que se tornaram menos favoráveis.

A bandeira vermelha 1 indica condições mais custosas para gerar energia e, a vermelha 2 alerta, que a produção se tornou mais custosa ainda.

Agência Radio 2

Deixe seu comentário


+ SOCIAL








+ Brasil