RÁDIO AO VIVO
Programa
PROGRAMAÇÃO MUSICAL
Ouça tambem:

Anvisa recomenda suspensão imediata da vacinação AstraZeneca em grávidas

Esta ação foi tomada após o Ministério da Saúde iniciar investigação do caso de uma gestante que morreu após receber o imunizante.
Compartilhar: FACEBOOK TWITTER WHATSAPP
terça, 11/05/2021 as 09:18
Foto: Reprodução Agência Brasil

A Anvisa, (Agência de Vigilância Sanitária), recomenda na noite da última segunda-feira (10) a suspensão imediata da aplicação da vacina contra Covid da AstraZeneca/Fiocruz em gestantes com comorbidades.

O Ministério da Saúde investiga o caso de uma gestante que morreu após receber a imunização com a vacina AstraZeneca, e consta em nota "O Ministério da Saúde informa que foi notificado pelas secretarias de Saúde Municipal e Estadual do Rio de Janeiro e investiga o caso. Cabe ressaltar que a ocorrência de eventos adversos é extremamente rara e inferior ao risco apresentado pela Covid-19. Neste momento, a pasta recomenda a manutenção da vacinação de gestantes, mas reavalia a imunização no grupo de gestantes sem comorbidades".

A Anvisa orienta em nota que "seja seguida pelo Programa Nacional de Imunização (PNI) a indicação da bula da vacina AstraZeneca e que a orientação é resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas Covid em uso no país".

O texto diz ainda que não orienta o uso do imunizante AstraZeneca sem recomendação médica "o uso de vacinas em situações não previstas na bula só deve ser feito mediante avaliação individual por um profissional de saúde que considere os riscos e benefícios para a paciente"

O Ministério da Saúde inseriu todas as grávidas e puérperas (mulheres no período pós-parto) no plano de imunização em março, pois esse grupo tem maior risco de hospitalização por Covid-19.

Até esta segunda feira o Brasil, a primeira dose da vacina contra a Covid-19 já foi aplicada em 35.909.617 pessoas. Este número equivale a 16,96% da população brasileira.

Já a segunda dose do imunizante foi aplicada em 18.073.591 pessoas (8,54% da população do país) em todos os estados e no Distrito Federal.

Por Karen Evans

Deixe seu comentário


+ SAÚDE








+ Brasil